segunda-feira, 29 de setembro de 2008

SENTENÇA DE MORTE - VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR?

Essa semana, tomei conhecimento de um fato ocorrido em meu bairro, que entristeceu-me a alma, e me fez questionar novamente sobre as vantagens e desvantagens da sentença de morte. Um jovem drogado, estuprou a própria mãe, uma senhora já idosa, que com tamanha violência, foi parar no hospital. O primeiro pensamento que veio à minha mente, foi o de que esse homem merecia a morte. Sabemos pela história, que a sentença de morte foi considerada por muito tempo, e ainda o é em alguns países, como um ato punitivo ao ofensor, e de justiça ao ofendido. Geralmente, preferimos a forma punitiva de Deus no Antigo Testamento, que exterminava através de seus julgamentos, aqueles que cometiam profanação contra o que era sagrado. Porém, Jesus veio, e como cumpridor da lei, nos trouxe a ordem de amar, e considerar a vida como o valor absoluto. Penso que o maior risco da sentença de morte, seja a condenação de um inocente! Porém, casos como o citado acima, nos fazem pensar, que deixar um homem com tal instinto maligno solto por aí, é um ato de injustiça para com a sociedade. E você.... o que pensa sobre isso? Késia Mesquita

6 comentários:

ESDRAS NEGREIROS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ESDRAS NEGREIROS disse...

Tratar sobre assuntos tao polêmicos como este é extremamente pertinente, creio que seja sempre bom expressarmos nossa opinião a respeito de temas tao diretamente ligados às sociedades. A pena de morte é crueu, ela abstem o direito de defesa do suposto réu, claro que o grau de defesa varia de Estado à Estado, de acordo com as legislaçoes destes. Temos exemplos vêementes a respeito da posiçao contrária de jesus à pena de morte, um deles é o famoso discurso entre Jesus e um dos ladroes que morreu com Ele no calvário. Esse episódio marca que até mesmo condenados e em nossa ultima visao física do mundo estamos sujeitos ao perdao e assim sermos "inocentados" por Deus, portanto, pra que matar alguem que futuramente pode vir a se arrepender de seus pegados? será que o ser humano tem o direito de julgar uma vida? sabemos que o homem tem direito de jugar as atitudes de um indivíduo em vida, mas será que essa vida pode entrar no julgamento se também sabemos que nao foi o homem quem a instituiu, e sim Deus? SOU CRENTE, HUMANISTA, DEFENDO A INTEGRIDADE DA VIDA...SOU CONTRA A PENA DE MORTE!

ESDRAS ROCHA NEGREIROS

Odilon disse...

Quem é o homem para decidir quanto ao merecimento do outro de viver ou morrer?!? "Todos pecaram e destituidos foram da Glória de Deus" tornamo-nos, portanto, iguais quanto a mérito e demérito. Temos a tendência de julgar atos alheios e nos esquecemos de julgar os nossos própriosatos; talvez não tenhamos a coragem de tirar uma vida "por acaso", sem motivos, mas e se víssemos alguém matando o nosso próprio filho, ou a nossa mãe? Será que não nos sentiríamos justificados e com motivo suficiente para tomarmos tal atitude? Muitos de nós não matamos fisicamente, mas comtetemos homicídios na alma, tiramos o sentido de viver de muitas pessoas quando as negamos o amor, a atenção, o carinho, o cuidado devido. Quantas mulheres mortas dentro de suas próprias casas, assassinadas por seus maridos! Quantos filhos sem qualidade alguma de vida, desejando estarem mortos por falta do zelo de seus pais. Precisamos deixar de sermos hipócritas e vivermos uma vida plena conforme o Senhor nos autorizou que vivéssemos com sua própria morte, morte de cruz: "Eu vim para que tivessem vida e a tivessem em abundância."

Sou contra qualquer tipo de pena de morte: Física, Moral e/ou espiritual.

Odilon Peclat Guimarães

Graça Souza disse...

Paz do Senhor.
Primeira vez que visito seu blog, e gostei. Vc tem realmente a alma transparente. Pensar nessa questão tão polêmica é dever de todos nós. Quem dera pudessemos expressar nossas opiniões e sustentá-las perante o mundo. Saber que o que foi dito se torne uma verdade inconteste. Consistente. Mas...a questão primordial baseia-se na vida, principalmente naquela que ainda ñ se decidiu ao lado do Mestre , e pra isso tenhamos que perder outras vidas inocentes, meu Deus!
No momentoento ñ respondo com a certeza que gostaria, embora saiba que Deus executa aqueles que são maus. Mas acho que no futuro bem próximo teremos que decidir isso com certeza.
Um grande abraço, e parabens pelas postagens.
Ah! tbm gosto muito de jujubas rsrsrsrs. Graça Souza

Heitor disse...

A Paz do Senhor !
Irmã Késia,
É a primeira vez que participo de seu blog e, com certeza, é um prazer. Realmente este questionamento acerca da pena capital é e sempre será muito polêmico. Quando eu assisto ou leio, e infelismente quase todos os dias no Brasil nós podemos fazer isso, acerca de assassinatos cruéis, gera em nós um senso de justiça e de querer fazê-la com nossas próprias mãos porém, lendo a Bíblia Sagrada, o Apóstolo Paulo escreveu que o AMOR DE CRISTO É CONSTRANGEDOR(2°Co.05:14) e isso realmente é verdade. Apesar de tudo, vale aquela máxima que um pregador certa vez me disse :
"Nos parecemos com os homens quando julgamos ou condenamos, e nos parecemos com DEUS quando perdoamos !"

Pastor Afrânio disse...

Muito interessante seu blog filha...uma benção de Deus aos leitores...

http://pastorafranio.wordpress.com

estou deixxando o link do meu blog prá você filha...

fica na Paz....